Pompoarismo

O que é?

É uma antiga técnica oriental, derivada do tantra, que consiste na contração e relaxamento dos músculos circunvaginais, buscando melhora na saúde e no prazer sexual.

Como fazer?

Mulher – para o domínio da técnica utiliza-se as ben-wa que são pequenas bolas ligadas por um cordão de nylon ou silicone.

Homem – usando com o acessório a toalha e fazendo também a contração na musculatura do esfíncter e dos músculos do períneo.

Quais melhorias posso ter?

Melhora na flacidez vacinal e musculatura peniana, na queda da bexiga, na incontinência urinária, fortalecimento do assoalho pélvicos, preparação para o parto e, claro: melhora na qualidade do orgasmo tanto deles quanto delas.

Seus benefícios não são restritos à vida sexual

Como fortalecem o assoalho pélvico, os exercícios são bastante úteis para a prevenção e o tratamento de disfunções como a incontinência urinária. Também ajudam a combater o prolapso genital feminino (queda de órgãos como útero, reto e bexiga), já que a função dessa musculatura é também dar sustentação aos órgãos abdominais.

Autoestima nas nuvens

As adeptas garantem que a prática do pompoarismo ajuda a mulher a conhecer e a ter um maior domínio sobre o seu corpo, além de melhorar a qualidade das relações sexuais e facilitar o orgasmo. Dessa forma, o pompoarismo aumenta a autoestima e empodera a mulher, à medida que a deixa mais senhora do próprio prazer.

E para eles

Apesar de estar associado originalmente ao universo feminino, nada impede que o pompoarismo seja praticado também por homens. Neste caso, a ideia é fortalecer a região pélvica e aumentar a circulação sanguínea em todo o aparelho reprodutor, com o intuito de prolongar a ereção, evitar a ejaculação precoce e o câncer de próstata.

E na menstruação?

O estímulo à musculatura aquece a região pélvica, o que evita a formação de coágulos que provocam as cólicas. Com o fortalecimento da região, o endométrio que se descola da parede do útero é eliminado com mais facilidade. O útero também fica mais eficiente em suas contrações, evitando que o esforço das cólicas seja sentido pela mulher.

Essa é uma questão controversa. Alguns profissionais são contra, pois como o útero está em contração, no período menstrual, e o pompoarismo também causa contração, o órgão fica mais “aberto”, tornando-se mais sensível a infecções. No entanto, eu, particularmente, sou a favor da prática no período menstrual. O pompoarismo torna as contrações do útero mais eficientes, o que pode diminuir a cólica, por exemplo.

A mulher pode, de fato, sangrar mais, caso faça o pompoarismo menstruada. Mas, justamente por isso, a prática poderá vazar todo o sangue, diminuindo os dias de menstruação – o que é positivo para a mulher. Além disso, para se prevenir de possíveis infecções, basta higienizar bem os instrumentos antes de qualquer uso.

Respirar bem é fundamental

A respiração tem que ser profunda e estar em sintonia com os movimentos: inspire pelo nariz quando contrair a musculatura. Depois, solte o ar pela boca, quando relaxar.

A tão temida menopausa

A alteração hormonal no período da menopausa provoca o ressecamento vaginal. O aumento do estímulo intravaginal estimula o funcionamento das glândulas de Bartholin, que estão alojadas na parede vaginal e são responsáveis pela lubrificação da região.

Quando começar

Não tem uma idade certa, já que você pode começar apenas contraindo a vagina, mas eu recomento que inicie quando você já estiver totalmente desenvolvida. Logo na primeira vez que for ao ginecologista já perguntar se pode, é legal também.

Dúvidas frequentes

o pompoarismo ajuda mulheres que sentem dor na relação?

Ajuda e muito! Mas, se ao longo dos exercícios a dor persistirem, procure a ajuda de uma fisioterapeuta especialista em assoalhos pélvicos.

Depois de quanto tempo vejo melhor a na musculatura?

Com 15 dias seu parceiro irá notar diferença no ato sexual. Você em 3 meses de exercício já consegue sentir sua musculatura e terá um cérebro muito mais sexual também.

Preciso usar as bolinhas?

Você pode sim fazer sem. Porém, se usar o peso, o resultado e controle virão muito mais rápido. Em suma: se usar um peso para trabalhar os músculos da sua perna ou braço sentirá o resultado mais rápido assim também é no pompoar.

Quanto tempo de pompoarismo preciso fazer?

A musculatura vaginal é como qualquer outro músculo, e infelizmente por não ser uma região que não conseguimos ver como está, acaba ficando esquecida. Os exercícios são para a vida toda assim como os exercícios de qualquer outra musculatura. Quanto mais fizer, mais domínio terá.

Por que quando tento fazer a contração meu músculo do c* fecha?

Isso é super normal já que eles são interligados… Com o tempo isso irá diminuir. Já no caso dos homens não há problema algum, porque contrair o esfíncter faz parte dos exercícios masculinos.

Na hora do exercício contraio tudo. está errado?

No início dos exercícios você irá contrair até os músculos do seu rosto RS… supernormal com o tempo você aprender a contra os só os músculos vaginais.

Diu e o Pompoarismo

Você pode fazer os exercícios sem problema, pois o dispositivo está implantado no interior do útero e o pompoarismo é realizado nas paredes vaginais.

Contraindicações

O pompoarismo é uma malhação íntima que requer atenção para alguns detalhes. Se a mulher estiver com alguma infecção ou se tiver feito alguma cirurgia recente, é recomendável que consulte antes seu ginecologista ou obstetra. Isso também vale para mulheres que estão no princípio da gravidez.

– O ideal seria começar no quinto mês de gestação. No entanto, ele é super indicado para quem foi submetida a uma operação de retirada de útero ou ovário, porque impede que a musculatura atrofie.

Existe algum risco na prática do Pompoarismo?

Poderia dizer que não, pois o pompoarismo é maravilhoso e todas as mulheres deveriam praticar. No entanto, se a mulher for mal instruída ou tentar realizar o pompoarismo sem nenhuma orientação profissional, ela pode agravar alguma disfunção ou aumentar ainda mais alguma tensão muscular. Isso pode piorar o problema ou até causar retenção urinária, infecção de urina ou candidíase. Por isso, seja online ou presencial, o método que ensino para minhas pacientes têm um teste pra evitar que elas realizem algo que pode ser contraindicado. Mas, se você receber orientação de um profissional capacitado, não existe risco algum.

X